Connect with us
bitcointrade bitcointrade

Criptomoeda

Conheça a BitcoinTrade, a exchange mais sexy do Brasil!

Published

on

O ano é 2017. Os lugares são: Miami e Rio de Janeiro. A data e o local foram os pontos de partida para a criação da exchange mais sexy do Brasil.

Com pouco mais de 1,5 de vida, a BitcoinTrade conquistou em pouco tempo, milhares de clientes e usuários em busca de um “novo ouro”: as criptomoedas. Fundada por empreendedores que já haviam percorrido sucesso anteriormente, a plataforma foi lançada em 2017 com uma pegada forte de segurança e foco em produto. Aliás, de produto, o time da BT entende bem.

O mercado de cripto não sabia, mas estava preparado para ver o nascimento de mais uma exchange.

Growth, segurança e foco no produto da BitcoinTrade

O mercado de exchanges no país mudou pouco nos últimos anos. Desde a Bitinvest, de Flávio Pripas, poucas se aventuraram a oferecer negociação de criptomoedas no país. Obviamente pela complexidade do tipo de negócio (e dinâmica) e também porque os desafios operacionais são grandes. Um dos principais exemplos é a ofensiva dos bancos tradicionais atuarem fortemente no fechamento de contas correntes de corretoras de cripto, alegando desinteresse comercial e até risco de lavagem de dinheiro.

O negócio em si é desafiador. Mas não barrou a missão dos fundadores da BT, em “criar a mais excepcional plataforma de moedas digitais”, como diz o próprio site da empresa.

bitcointrade

Foto: Reprodução BitcoinTrade

Foi por esse tipo de desafio que a empresa começou desde o zero com o PCI Compliance DSS (certificação de segurança que coordena o padrão internacional de meios de pagamento). Entrar num mercado com players já estabelecidos nunca é fácil, mas o foco no produto, foi fundamental para a exchange liderar por diversas vezes, as negociações diárias no mercado de criptos no país. O aplicativo, as API‘s, a velocidade em implementar novas criptos, o credenciamento de usuários (KYC), a velocidade nos saques, a usabilidade da plataforma e a pegada de segurança, fizeram da BitcoinTrade, um dos cases mais interessantes de lançamento, crescimento e mercado.

Lançar bem um produto (e primeiro) é um dos objetivos da companhia. Foi a primeira a permitir compra de bitcoins, litecoins e outras criptos com cartão de crédito no país, por exemplo.

Um time de respeito

Os fundadores têm calibre. O time formado por Carlos Montenegro (CEO), Daniel Coquieri (Operações), Jorn Filho (CTO) e Fábio Santos (Segurança), ilustra um grupo que esteve à frente de negócios de varejo e digitais de alta escala num passado recente. Carlos foi o fundador da Sacks (vendida para a Sephora) e é um dos sócios cotistas da Startup Farm, aceleradora de startups de São Paulo. Daniel e Jorn (venderam a EZLike para a Gravit4). Fábio (ex-Cielo, Verifone entre outras) é um dos profissionais que mais conhecem segurança no Brasil.

bitcointrade exchange

Jorn, Carlos, Fábio e Daniel, o time forte da BitcoinTrade. (Foto: Daniel Coquieri).

Pioneiros na internet, a equipe sabe como poucas, lançar um produto no mercado. E também fazer saídas, veja abaixo:

O time fundador e os desenvolvedores de softwares por trás da BT se dividem entre Miami e Rio de Janeiro, para liderar a “exchange mais sexy do país”. No último dia 18 (Outubro/2018) a plataforma completou 160.000 mil clientes cadastrados, mais de R$1,4 bilhões de reais negociados em Bitcoin, Ethereum, Litecoin entre outras moedas. E querem mais.

Esse é aquele case que a gente pode ilustrar de forma clara o encontro do product, market e fit.

Sobre a empresa

Site: bitcointrade.com.br

LinkedIn: linkedin.com/company/bitcointrade

Facebook: facebook.com/BitcointradeBR

API’s: apidocs.bitcointrade.com.br

 

O ponto de encontro das fintechs e revolução financeira no país.

Conteúdo especial

report meio de pagamento

Receba primeiro.

Tudo que importa sobre fintechs!

Invalid email address
A gente prepara o melhor.

Categorias