Connect with us
emv emv

Meios de Pagamento

Estados Unidos lançará o cartão de crédito com chip EMV, enfim.

Published

on

Há 30 anos atuando de forma significativa como um dos meios de pagamento mais utilizados no mundo, os cartões de crédito utilizam a banda magnética para armazenar os dados pessoais e bancários dos usuários. No entanto, o crescente registro de fraudes e clonagens demonstra um sistema de segurança defasado colocando em cheque toda a credibilidade que a forma de pagamento levou anos para conquistar.

Para resolver isso, atuantes no mercado mundial de sistemas de pagamento desenvolveram os cartões de crédito com chip EMV (smart cards) e prometem ser a grande mudança que a indústria de sistemas de pagamento deverá enfrentar para melhorar os processos em um curto ou médio período de tempo. Já em utilização por muitos anos no continente europeu e no Brasil, a novidade deve chegar aos Estados Unidos e substituir a modalidade de cartões de crédito convencional. Com um microchip instalado nos cartões, o novo sistema deve agregar maior segurança as operações de pagamento e reduzir as fraudes.

O que é chip EMV?

Criado em 1993, o chip EMV ganhou esse nome devido a sua criação em conjunto com os principais atuantes na indústria mundial de sistemas de pagamento (Europay, Mastercard e Visa). Mas, se engana quem pensa que se trata de um chip comum. Ele redefine totalmente os padrões e regras adotadas pelos sistemas anteriores e representa uma nova forma de realizar transações financeiras. O cartão que tiver o chip EMV contará com um microprocessador interno capaz de armazenar dados de forma criptografada e uma memória expandida para aumentar a capacidade de armazenamentos.

Além disso, a nova modalidade de pagamento permite realizar múltiplas funções sem congestionar o sistema e impede clonagens pelos métodos utilizados atualmente. Na França, país onde o novo sistema de pagamento foi implantado de forma pioneira, foi possível obter uma redução aproximada de 98% no número de fraudes e clonagens dos cartões de crédito que continham o chip EMV. Isso pode aumentar a confiança do consumidor na hora de finalizar uma transação online, por exemplo.

Como essa nova modalidade de cartões de crédito deve afetar o consumidor?

Além de aumentar a sensação de segurança, o consumidor poderá contar com tecnologias avançadas que, de fato, blindam o seu cartão contra fraudes e clonagens. O cartão de crédito emitido com chip EMV tem a sua data de validade e código de verificação atualizados online e em períodos mais curtos. Isso pode ser um problema no início impedindo que compras online sejam efetuadas por meios convencionais. Mas, esse é um problema que deve ser resolvido logo assim que todas as empresas adotarem o novo sistema.

Como os cartões de crédito com chip EMV devem afetar os lojistas?

A nova modalidade de cartão de crédito implicará na adoção de novos equipamentos capazes de operar dentro do novo sistema. Eles poderão realizar transações online ou no modo offline sem comprometer a segurança e agilidade das operações. Enquanto os métodos convencionais dependem obrigatoriamente de uma conexão com a internet, o sistema de pagamento com chip EMV realizará autenticações offline aumentando o número de transações múltiplas suportadas. O lojista poderá se beneficiar da redução de tempo e custos com operações de crédito e débito muito mais rápidas e seguras.

Já era hora.

O ponto de encontro das fintechs e revolução financeira no país.